Featured Video

29 julho 2011

Novo líder da Al Qaeda aparece pela primeira vez em vídeo

O líder da organização terrorista Al Qaeda, Ayman al-Zawahiri, elogiou os manifestantes sírios em um vídeo postado na internet nesta quinta-feira. Em tom tranquilo, Zawahiri pede a derrubada do presidente sírio Bashar al Assad, que comanda uma regime ditatorial no país há 11 anos e enfrenta protestos desde março deste ano.

É o primeiro vídeo no qual ele aparece desde sua nomeação como líder da Al Qaeda. Zawahiri, um médico egípcio que era o "número dois" da organização, substituiu Osama bin Laden, morto em 1º de maio em uma operação militar dos EUA no Paquistão.

No vídeo, de cerca de sete minutos de duração e divulgado por sites islamitas, Zawahiri descreve Assad como "parceiro da América" na guerra contra os muçulmanos. "Dais uma lição ao opressor e ao traidor (Assad), lições em sua resistência e na resistência de sua injustiça, corrupção e traição", diz o líder da Al Qaeda. Além disso, acrescenta: "apresentais um exemplo e dais à vossa nação árabe e muçulmana lições no sacrifício, na persistência e na luta contra a injustiça".

O novo líder da Al Qaeda também crítica os Estados Unidos e Israel, e adverte contra os planos de Washington de estabelecer na Síria um novo regime que proteja seus interesses. "Washington tenta hoje estabelecer no lugar de Assad, que protegeu as fronteiras da entidade sionista, outro regime que desperdice vossa revolução e vosso jihad (guerra santa)", afirma.

Desde o começo dos protestos no Oriente Médio e Norte da África, que derrubaram governos na Tunísia e Egito, líderes da Al Qaeda, inclusive o próprio Bin Laden, tentam se associar às manifestações, oferecendo orientação para que as revoltas assumam a visão extremista do Islã. No entanto, especialistas internacionais acreditam que as revoltas no mundo Árabe mostram que a influência da organização terrorista diminuiu entre os jovens, que procuram mais liberdades, e não as regras defendidas pelos fundamentalistas.

[FONTE: Revista Época]

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More