Featured Video

21 agosto 2007

Nos EUA, Estevam se entrega para cumprir período de reclusão

FONTE: Folha online

O apóstolo Estevam Hernandes Filho, 53, entregou-se à Justiça americana às 12h30 desta segunda-feira (horário de Brasília) para começar a cumprir o período de 140 dias de reclusão.

Ele estava acompanhado de familiares e da mulher, a bispa Sônia Haddad Moraes Hernandes, 48, que apesar de estar cumprindo prisão domiciliar, pôde acompanhá-lo. O local que Estevam ficará preso será definido entre hoje e amanhã.

O casal, fundador da Igreja Renascer em Cristo, foi condenado na última sexta-feira pela Justiça americana a 140 dias de reclusão, mais cinco meses de prisão domiciliar e mais dois anos de liberdade condicional.

Estevam começa a cumprir o período de reclusão hoje. Já Sônia começou na última sexta a cumprir prisão domiciliar. O juiz americano Federico Moreno decidiu dessa forma para que um possa cuidar da família enquanto o outro estiver cumprindo o período de reclusão. Além disso, a Justiça decidiu que cada um deverá pagar uma multa de US$ 30 mil.

Durante o anúncio da sentença, o casal pediu, chorando, "misericórdia" por diversas vezes. Estevam e Sônia são acusados pelos crimes de contrabando de dinheiro e conspiração para contrabando de dinheiro.

Em junho, eles haviam feito um acordo com a Promotoria do Distrito Sul da Flórida para se declararem culpados em troca de uma sentença mais branda. Ao confessar, Estevam e Sônia abriram mão do direito de ir a júri popular e de recorrer do veredicto.

Foram considerados como atenuantes, pelo juiz Federico Moreno, o fato de os réus terem admitido a culpa e a sua demonstração de arrependimento; entretanto, a utilização de um menor de idade --Gabriel, 11, seu filho-- para transportar o dinheiro funcionou como agravante.

Estevam e Sônia foram presos em 9 de janeiro quando entravam nos EUA com US$ 56,467 mil escondidos em uma bolsa, na capa de uma Bíblia, em um porta-CDs e em uma mala. Pela lei, eles deveriam ter informado, na alfândega, que portavam mais de US$ 10 mil.

Desde então, o casal se encontrava em liberdade condicional e vigiada: sua circulação estava restrita ao condomínio de luxo em Miami no qual possui residência e alguns lugares da cidade, como consultórios médicos. Todos os seus deslocamentos eram monitorados por um aparelho eletrônico preso ao tornozelo de cada um.

Outro lado

A Igreja Renascer em Cristo divulgou nota informando que a comunidade seguirá com sua missão de evangelizar e realizar boas obras, apesar da ausência de seus fundadores.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More