Featured Video

30 agosto 2007

Jefferson chama Lula de 'Ali Babá' e quer investigação

FONTE: Estadão

RIO - Réu no processo penal aberto pelo Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o mensalão, o ex-deputado Roberto Jefferson defendeu hoje a investigação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a quem ele mesmo havia poupado em 2005 ao denunciar o esquema. Embora mantenha a versão de que o presidente lhe pareceu surpreso quando informado por ele sobre o suborno de parlamentares, Jefferson levantou dúvidas sobre o desconhecimento de Lula em relação aos atos de corrupção atribuídos ao grupo liderado por ex-ministros e ex-dirigentes do PT.

Veja também:

linkEspecial: Os 40 do mensalão

Em entrevista à rádio CBN, Jefferson voltou a se referir ao presidente como "Ali Babá" e disse que o procurador-geral da República, Antonio Fernando de Souza, não tem coragem para investigar Lula. "Se ele (o procurador) está fazendo o marketing da denúncia, 40 é o número emblemático do Ali Babá. Se são 40 ladrões, tem um chefe que os lidera. Quem é o Ali Babá? É o Lula. Está faltando peito a ele (Souza) de fazer essa denúncia", atacou.

O ex-deputado, cassado em 2005 na esteira do escândalo, disse que, após o recebimento da denúncia contra os 40 acusados, Souza deveria agora investigar até que ponto o presidente conhecia as ações do grupo caracterizado na denúncia como uma quadrilha. "Em relação ao mensalão, vi que ele (Lula) se surpreendeu. Mas e o resto das operações? Todos os ministros importantes do núcleo duro, (Luiz) Gushiken, Zé Dirceu, foram denunciados. Presidente da Câmara, diretores do Banco do Brasil, tesoureiro e secretário-geral do partido também. E o Lula não sabia? Isso precisa ser investigado", disse Jefferson, acrescentando que Lula foi maior beneficiado do esquema para ampliar a base parlamentar na Câmara.

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More