Featured Video

22 junho 2007

O LEÃO, A PASTORA E O GUARDA-ROUPA
Comentado por Riva Moutinho

Abaixo expresso, apenas, algumas das minhas opiniões com relação ao relato-texto em questão.

Lendo o primeiro parágrafo me lembrei de Davi. Aquele menino ruivo que cuidava das ovelhas e que passava o dia inteiro no pasto. Certo dia o exército de Israel estava sendo afrontado por um gigante que zombava deles e de Deus. Davi viu aquilo, se irou e sem pestanejar decidiu ir contra aquele gigante. Ninguém pôs fé no menino e o rei Saul só aceitou, porque não tinha nenhum outro candidato. Então decidiram colocar o guarda-roupa-para-guerra-de-Israel em Davi. Sem chance. Davi iria do jeito dele, com as roupas dele, com a arma dele. E isso porque Davi sabia que não eram as roupas, as armas e nem muito menos ele próprio, mas Deus que possuía todo o poder. Só Deus era capaz de derrotar Golias. Assim Davi derrotou-o com uma pequena pedra que cravou na testa de Golias.

Lembrei-me de Elias. Profeta caminhante e ouvinte da voz de Deus. Certa vez se reuniram um monte de profetas de outro deus e Elias propôs um desafio. Haveria dois altares, com dois holocaustos, o Deus que mandasse fogo dos céus e consumisse o holocausto, seria o Deus verdadeiro. E juntou aqueles 400 profetas de Baal e clamaram quase o dia inteiro para que o seu deus consumisse o holocausto. Elias foi irônico: “Gritem mais alto, pode ser que o seu deus esteja dormindo.” Nada aconteceu e Elias se levantou para clamar ao seu Deus. Pediu que jogassem muita água sobre o holocausto de maneira que escorreu e encheu uma vala que ficava em volta. Elias não precisou de roupas especiais para se sentir preparado, nem de palavras cultas, ou até mesmo de algum tipo de encenação artística. Ele sabia que o poder emanava de Deus e não dele, por isso sua oração simples e sincera fez Deus mandar fogo e queimar todo o holocausto e secar toda a água.

Estas, no entanto, são histórias bíblicas. Tem ação de Deus e consciência nos homens. Mas lembrei-me de uma estória. Aquela da senhora que diariamente perguntava ao seu espelho mágico quem era a mais bela do reino. Imaginem: Ah! espelho, espelho meu. Existe alguém mais preparada para a batalha do que eu? Veja. O anel que encontrei perdido no Monte das Oliveiras, o brinco que lavei nas águas do Rio Jordão, o colar que era da ancestral da minha bisavó índia, o colete que ganhei de um senador americano e que foi usado por um soldado americano na Guerra do Kuwait e ainda tem este novo visual do meu cabelo que fiz com uma descendente dos Maias em quase 10 horas de salão. E o espelho responde: Sim minha guerreira. Não há ninguém mais preparada do que você.

(Pra economizar espaço, não vou falar sobre os parágrafos 2 e 3.)

Outro ponto interessante está no quarto parágrafo, quando ela diz que não ficou sabendo que o local onde estava sendo realizado o evento pertencia a uma instituição muito tradicional e por causa disso conseguiu ministrar a palavra tranqüila. Eu poderia citar uma gama de personalidades bíblicas, mas vou me prender apenas a Paulo que ousadamente falou de Cristo aos homens de seu tempo e enfrentou reis, sacerdotes e o próprio povo. Ele disse em II Coríntios “servimo-nos de muita ousadia no falar.” Em Efésio 3:12 ele novamente diz: “temos ousadia e acesso com confiança, mediante a fé nele.” No mais é só ler as cartas de Paulo, conhecer sua vida, sua caminhada. Notará que Paulo poderia ser preso, apanhar, expulso ou até mesmo morto. Ousadamente ele falaria a Palavra, pois era o Espírito Santo que o impelia.

(E não vou falar sobre o parágrafo 5 também)

No parágrafo 6 a chave seletora muda: é um clique e pela primeira vez no mundo um ser-humano apalpa o poder de Deus. A palavra ousadia recebe um novo significado. E a pastora caminha como um leão... e como um cavalo, cachorro, zebra, rinoceronte, girafa... afinal todos têm quatro patas.

Os dois últimos parágrafos são curiosos. No penúltimo ela sabe exatamente a direção que deveria percorrer andando de quatro e no último surta o antagonismo; ao parar ela não sabia o que fazer. Então fez o que era mais comum: gritou.

Assim a música que finaliza é a música do leão (que não é o de Judá), mas é o mesmo visto pelo Zé e o mesmo pretensamente imitado por ela.

No mais, creio que Freud teria uma opinião muito melhor que a minha.

BH, 21/06/2007

Leia o comentário do Pr. Caio Fábio sobre o assunto: CLIQUE AQUI

Caso não tenha lido o relato-texto ainda: CLIQUE AQUI

2 comentários:

Novamente levado a pensar sobre o assunto, o Espírito Santo me trouxe a memória alguns fatos q se ocorressem hoje em dia, seria completamente descartado pela maioria dos q se dizem seguidores de Cristo. O 1º fato seria o ato profético e a demonstração de como adorar ao Senhor com toda força e intensidade como foi o Rei Davi q mostrou toda sua vergonha ao adorar ao Senhor. O 2º caso seria o do profeta Isaías q ao ouvir ao Senhor saiu completamente "NU" pregando e profetizando no meio do povo. o 3º foi o da Rainha Ester que tomou banho de leite e incenso por 30 dias para se apresentar ao Rei. Fatos q constam em minha e creio q em suas Bíblias!!! Com a razão é impossível descernir estes Atos Proféticos! Todas essas atitudes foram direcionadas pelo Espírito de Deus! Não tem nada de estranho nem de diferente no acontece hoje aos q dão ouvido ao q o Senhor quer fazer. As coisas do Espírito só entendem no Espírito. Consequências tremendas no mundo espiritual aconteceu no momento em q a Ana teve aquela direção! Até hoje a cidade deve estar colhendo frutos daquele ato, coisas q eu nem vcs devem ver, mas deve ter demônio fugindo até hoje, vidas libertas, famílias restauradas, problemas na sociedade resolvidos, tudo por causa do RUGIDO DO LEÃO. Esqueçam a Ana Paula, pq se lembrarem dela, terão q deletar ou riscar de suas bíblias o Rei Davi, o Profeta Isaias e a Rainha Ester.

O próprio autor do vídeo ja se arrependeu e pediu perdão para Ana Paula e o DT! Um vídeo isolado de mais ou menos 5 minutos em um total de quase 3 horas! Não sintam inveja da Ana pois vcs q julgam ou criticam não conseguem ter em Deus 10% do ministério q a Ana tem! Estão enjaulados em sua opinião e dogmas do "acho e não acho"... Quem recebe a adoração é Jesus, cabe a Ele receber ou não, pois é o único q nos sonda e nos conhece em real-time!

Muitos q escrevem, adulteram, roubam dízimos e ofertas, criam facções, discordam da palavra dura da Santa Ceia, e escrevem como se fossem os "santos" e na verdade, são problemas para seus pastores!!! e pra quem ja andou de roupa doada e de brechó, merece mesmo ter uma roupa e uma bota linda como a dela! Hoje é fácil falar da bota da Ana Paula, da roupa q veste, do carro q anda, más e antes? O q Ana Paula teve q sacrificar para chegar àquela bota? E olha q não é show o q acontece, é só a Excelência do q aprenderam em como apresentar um culto ao Senhor!

A minha Bíblia diz q fui chamado para ser rei e sacerdote e não juiz! Q Deus abra o entendimento e comecem a olhar primeiro para o próprio umbigo para falar e tocar na unção de outros irmãos! E olha q hoje em dia o q tem de gente tocando na unção dos outros não ta escrito...

Deixo um vercículo para meditar q esta em Ap 2:8 q diz "Ao anjo da igreja de Esmirna escreva o seguinte: "Esta é a mensagem daquele que é o Primeiro e o Último, que morreu e tornou a viver.
9 Eu sei o que vocês estão sofrendo. Sei que são pobres, mas, de fato, são ricos. Sei como aqueles que afirmam que são judeus, mas não são, falam mal de vocês. Eles são um grupo que pertence a Satanás." Creio q o DT se firma neste versículo a respeito do q é comentado nesses blogs...Q esta palavra não se encaixe a nós e q o Senhor tenha misericórdia de nós no dia do grande julgamento onde só um Trono de haverá e estará ocupado...
Q Deus Abençõe a todos...

Caro sabinopreza,

Não há julgamento nenhum no meu comentário, até porque ele é baseado não no que vi, mas no que li da própria "pastora-do-leão".

O que vejo hoje é uma grande confusão e uma banalização no que diz respeito a direção do Espírito Santo. Quando o Espírito fala não há dúvidas quanto a o que fazer ou o que falar, e nem muito menos faz alguém se sentir "guerreira" por causa de roupas caras e maquiagens.

O meio evangélico está doente... febril. E seus seguidores não conseguem discernir a VERDADE, antes preferem utilizarem das falácias de seus líderes como pregação de uma pseudo-verdade.

Carregam o EVANGELHO nas mãos todos os domingos, mas esqueceram de guardá-lo no coração, por isso vagam como folhas ao vento, seguindo toda sorte de onda doutrinária e elevando seus líderes a condição de totem.

No mais nunca se esqueça que o culto racional - aquele que é feito por nós a Deus - não diz respeito a roupas, moralidades, maquiagens... mas a um coração sincero. Jesus não veio aqui na terra e contemplou as grandiosidades... antes demonstrou que são as pequenas, simples e, muitas das vezes, ignoradas coisas da vida, que demonstram DEUS aos homens.

A "pastora-do-leão" pode continuar rugindo e muitos continuarãm crendo nela. Eu, todavia, busco seguir a Cristo e a sua PALAVRA, a fim de manter minha consciência livre de invenções de moda, mas totalmente controlada por ELE, que é e sempre será MEU DEUS.

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More