Featured Video

21 maio 2007

ROMÁRIO É 1000!!!

FONTE: Folha online

Depois de quase dois meses de espera e três tentativas frustradas no Maracanã, o atacante Romário, 41, finalmente marcou seu milésimo gol, segundo suas próprias contas, neste domingo. O palco do feito histórico, no entanto, foi o estádio de São Januário, onde o Vasco venceu o Sport por 3 a 1, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro.

Se não saiu em seu local preferido, o gol de número mil pelo menos aconteceu do jeito que Romário planejou: de pênalti.

Aos 2min do segundo tempo de jogo, com o placar já apontando 2 a 0 para o Vasco --gols de André Dias--, Abedi avançou pela direita do ataque e cruzou para a área. A bola bateu na mão de Durval, justamente o jogador que havia evitado no primeiro tempo um gol de Romário ao tirar a bola de cabeça quase em cima da linha.

Aos 3min, com tranqüilidade, Romário bateu no canto esquerdo do goleiro Magrão e chegou à marca história.

"Sempre falei que minha vontade era fazer [o gol mil] no Maracanã, mas acho que era para ser aqui, porque este foi o campo em que mais marquei gols na vida. Para mim, foi uma honra ter feito aqui", disse o Baixinho.

"Essa marca só um fez [Pelé, em 1969, no Maracanã], e eu sou o segundo. Sou um felizardo."

Após o gol, a partida foi paralisada, a imprensa invadiu o gramado e Romário recebeu seus familiares em campo. Chorando, abraçou a mãe e os filhos. O atacante preferiu fazer um discurso discreto e sem polêmicas em sua festa, como já havia revelado que faria.

"O gol vai para as pessoas que sempre estiveram do meu lado, que me ajudaram, aos meus pais e meus filhos. Estou emocionado, é um momento ímpar na minha vida. Quero agradecer por, aos 41 anos, ter essa oportunidade do papai do céu", disse.

"Eu até poderia falar algumas coisas, mas vou deixar para uma outra hora, com a cabeça mais tranqüila. É um momento muito importante para mim e para a minha família. Realmente estou muito feliz", continuou o jogador, que fez crítica leve aos que não acreditavam que pudesse jogar devido à idade.

"Com a carreira chegando perto do final é tudo difícil. Mas, chegando a esta marca, eu fico feliz e completo. Alguns falaram que eu tinha que parar [de jogar] e outros disseram que eu tinha que continuar. É sempre assim, uns acreditando e outros não."

Depois de receber uma camisa comemorativa e posar para fotos, Romário deu uma volta olímpica no estádio de São Januário, muito ovacionado pelos torcedores.

A diretoria vascaína pretendia homenagear o jogador também com uma estátua, mas a peça não ficou pronta para o jogo. Deverá demorar ainda um mês para a conclusão. Mesmo assim, os dirigentes já decidiram que a estátua em tamanho natural ficará no gramado.

O atacante também deverá fazer uma festa numa boate do Rio para celebrar o feito.

Mesmo com a marca histórica, o atacante não deverá parar de jogar futebol, mas pretende impor um ritmo ainda mais amador na carreira. Na quarta-feira, ele admitiu que pensa em disputar "alguns" jogos pelo Vasco. Mesmo assim, não deu certeza se cumprirá o seu contrato até o final do ano.

Reinício

Romário voltou a campo para a continuidade da partida, após cerca de 18 minutos de paralisação. Porém o Vasco buscou administrar o resultado e teve poucas chances para ampliar a vantagem.

Aos 37min, foi o Sport quem marcou, com Luciano Henrique, um chute rasteiro no canto.

Aos 40min, Romário saiu para a entrada de Alan Kardec e mais uma vez foi ovacionado.

Com o resultado, o Vasco chegou a seis pontos e continua com 100% de aproveitamento --bateu o América na estréia. O Sport, que havia vencido o Santos na primeira rodada, permanece com três pontos.





0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More