Featured Video

26 abril 2007

Conselho livra de punição deputados acusados em mandatos passados

FONTE: Folha online

Por 9 votos a 4, o Conselho de Ética da Câmara decidiu nesta quinta-feira que não irá abrir processos contra parlamentares acusados de irregularidades em legislaturas anteriores. A decisão beneficia diretamente os deputados Paulo Rocha (PT-PA), Valdemar Costa Neto (PR-SP) e João Magalhães (PMDB-MG). Se o entendimento fosse outro, eles poderiam ser processados por suposta participação nos escândalos mensalão e do sanguessugas.

A maioria dos deputados concordou com o relator, Dagoberto (PDT-MS), de que se foram reeleitos, os parlamentares não podem ser punidos politicamente porque receberam a absolvição das urnas. Todos os representantes da base aliada no conselho votaram a favor do relator. Apenas a oposição se manifestou contrariamente.

A discussão sobre a reabertura dos processos foi motivada pelo PSOL que ingressou com representações contra os três deputados. Costa Neto e Paulo Rocha renunciaram aos mandatos na legislatura passada para evitar o processo pelo escândalo mensalão. Já Magalhães não foi julgado por suposto envolvimento com a máfia dos sanguessugas porque o processo foi arquivado com o final da legislatura.

Crise

A decisão do Conselho provocou uma baixa no colegiado. O deputado Nelson Trad (PMDB-MS) renunciou à sua vaga no órgão por considerar que a discussão que deveria ser técnica foi politizada.

"Aqui existe uma confissão de autoria. Um crime que espanta a todos nós brasileiros", afirmou em referência aos mensaleiros. "Estou descendo a montanha da vida pública e não teria como permanecer neste conselho", justificou.

Jurista, Trad era considerado um dos deputados mais experientes do Conselho de Ética da Câmara.

********************************
A questão é uma só: se nós, o povo, não fazemos nossa parte como podemos exigir que eles façam a deles?
E se a maioria não toma pra si a responsabilidade de construir um lugar melhor pra se viver, então me diga, como mudaremos este país?

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More