Featured Video

12 março 2007

Romário, gênio de difícil compreensão

FONTE: Sidney Rezende

Falar sobre Romário é fácil. Descrever os seus gols não é tarefa tão complicada assim. Difícil é entender como o “Gênio da Grande Área” não pára de marcar gols, mesmo aos 41 anos de idade. Cada lance, cada jogada mostra o quanto ele é craque de bola e sabe como ninguém ocupar um pequeno espaço de grama.

A grande área não é tão grande assim, mas ele não precisa mais do que um metro quadrado para mudar uma partida ou infernizar os zagueiros adversários. A calma na hora de concluir uma jogada sempre acompanhou o Baixinho.

Agora, aos 41 anos, ele não perde o tesão de marcar gols e corre obstinado para chegar ao milésimo e encerrar a carreira com mais um recorde. Poucos são os atacantes que conseguem passar dos 1000 gols. Faltam cinco para alcançar o sonho.

Quando ele chegar lá, vai ter algum chato que vai falar que as contas do Romário não batem com os números oficiais ou que a FIFA não reconhece este ou aquele gol.

No entanto, ele merece este prêmio como reconhecimento pela carreira fantástica que teve. Além disso, as glórias e títulos que o Baixinho trouxe são inquestionáveis.

Romário vai ser sempre assim: falem mal, mas falem de mim. Deixem-no comemorar o milésimo gol e entrar para uma seleta galeria de gênios da bola. Vai ser difícil nos próximos 30 anos surgir um novo Romário.

****************************

Estou torcendo pelo Baixinho para que ele chegue rápido aos mil gols.

Aos 41 anos de idade, Romário é um exemplo de determinação. Sem sombra de dúvida um dos grandes gênios do nosso futebol.

PARTICIPE DA ENQUETE

0 comentários:

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More